Você está aqui:

Empreendedor social está longe da periferia

ABEP Associação Brasileira de Empresas de Pesquisa

28/12/2021

Estudo inédito da FGV/Fundação Arymax mostra que o capital inicial de empreendedores sociais que estão fora da periferia é 37 vezes o montante daqueles que iniciam o empreendimento às margens dos centros urbanos.

Essa diferença é mais marcante quando se observam os valores: em média, são R$ 19 mil para se começar um negócio de impacto social na periferia e R$ 712 mil para fazê-lo fora dela, somados os recursos em dinheiro e materiais, como computadores e maquinário. O baixo recurso inicial tem impacto no longo prazo e, ao afetar a empresa, tem repercussão nos resultados que ela busca alcançar.

Saiba mais: https://bit.ly/31EUQ6F

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

dois + 6 =

ColetivaWeb